Skip to content
A tecnologia RFID permite a identificação e rastreamento de objetos e informações por meio de sinais de radiofrequência.

RFID: Revolução na Rastreabilidade de Produtos e Processos

A tecnologia RFID (Identificação por Radiofrequência) é uma das inovações mais empolgantes no mundo da gestão industrial e logística. Ela permite a identificação e rastreamento de objetos e informações por meio de sinais de radiofrequência. Neste artigo, primeiramente vamos descobrir o que é o RFID, após conheceremos o seu funcionamento e suas aplicações em diversos setores.

 

O que é RFID?

O RFID é um sistema de identificação automático que utiliza ondas de radiofrequência para transmitir dados entre um leitor e uma etiqueta . A etiqueta RFID, também conhecida como tag, contém informações que podem variar desde um simples número de série, até dados mais complexos, como códigos de barras e informações de localização. Posteriormente, a tecnologia transmite as informações sem fio para um leitor e envia para um sistema de gerenciamento.

As duas principais categorias das etiquetas RFID são: passivas e ativas. As etiquetas passivas não possuem fonte de energia interna, dependem do sinal do leitor RFID para ativar e transmitir dados. Por outro lado, as etiquetas ativas possuem uma fonte de energia própria tanto para alimentar seu circuito quanto para fornecer a troca de informações. Essas e outras distinções tem implicações significativas para as aplicações do RFID, inclusive quanto ao alcance de cada uma delas.

 

Como a tecnologia funciona?

O funcionamento do RFID é um processo complexo e altamente eficiente, que se desdobra em várias etapas cruciais para sua operação bem sucedida. Essas etapas, minuciosamente coordenadas, garantem que a tecnologia RFID cumpra sua função de identificação e rastreamento de forma precisa e sem falhas. Então, vamos aprofundar essas etapas fundamentais:

 

Emissão de um sinal de radiofrequência

O leitor RFID emite um sinal de radiofrequência.

Ativação da etiqueta

A radiofrequência emitida pelo leitor ativa a etiqueta passiva, permitindo que ela responda. Etiquetas ativas possuem energia própria, devido ao seu circuito interno. Por isso, elas proativamente emitem em intervalos predeterminados um sinal que anuncia sua presença para a antena que esteja dentro do seu alcance.

Transmissão de dados

A etiqueta RFID responde ao sinal de radiofrequência e emite os dados que são recebidos pelo leitor.

Processamento dos dados

O leitor RFID processa as informações recebidas e envia para um sistema de gerenciamento.

Armazenamento e uso dos dados

Podemos usar o armazenamento dos dados em diversas finalidades, como por exemplo: rastreamento de produtos, controle de estoque, controle de acesso, entre outros.

 

A eficiência do RFID em relação a outras tecnologias de identificação, como códigos de barras, reside no fato de que não requer uma linha de visão direta entre o leitor e a etiqueta. Assim é possível identificar e rastrear objetos em diversos ambientes, como armazéns lotados, sem a necessidade de intervenção manual.

 

Suas aplicações

O RFID é uma tecnologia versátil que transcende as barreiras dos setores industriais e encontra aplicação em inúmeras áreas. Seu impacto e praticidade se estendem por diversas vertentes, proporcionando assim, melhorias significativas em eficiência e rastreabilidade. Vejamos algumas áreas em que ele tem demonstrado ser uma boa solução:

 

Gestão de estoque e logística  –  As empresas podem utilizar a tecnologia para rastrear produtos em tempo real, otimizando o estoque e garantindo entregas mais eficientes.

Controle de acesso – O RFID é utilizado em cartões de acesso, crachás e sistemas de controle de acesso, assim sendo, garante maior segurança e rastreabilidade em ambientes corporativos.

Rastreamento de ativos – Ele é empregado para rastrear ativos valiosos, como equipamentos médicos em hospitais, contêineres em portos e veículos em frotas de transporte.

Automação industrial – Em ambientes de fabricação, o RFID pode ser usado para monitorar o progresso da produção e rastrear peças e produtos em diferentes etapas do processo.

Varejo – Pode ser utilizado para melhorar a experiência do cliente, agilizando o processo de compra e melhorando a precisão do controle de estoque.

Saúde – Os hospitais utilizam o RFID para rastrear pacientes, medicamentos e equipamentos, garantindo maior segurança e eficiência nos cuidados de saúde.

Agronegócio – No setor agrícola, a tecnologia é usada para rastrear o gado, controlar a produção de alimentos e gerenciar a cadeia de suprimentos.

 

Vantagens do RFID

O RFID, quando comparado a outras tecnologias de identificação, se destaca por uma série de vantagens importantes que podem torná-lo uma escolha preferencial em muitos cenários. Tais vantagens certamente vão além da eficácia simples, e incluem:

 

Rastreamento em tempo real

Ele permite o rastreamento contínuo de objetos, o que é essencial em ambientes de logística e produção.

Leitura sem contato

Como mencionado acima, o RFID não requer uma linha de visão direta entre o leitor e a etiqueta, sendo assim a leitura é simples em ambientes desafiadores.

Alta capacidade de armazenamento de dados

As etiquetas podem conter uma grande quantidade de informações, tornando-as versáteis para uma variedade de aplicações.

Eficiência operacional

Reduz a necessidade de intervenção manual em tarefas de identificação e rastreamento, economizando tempo e recursos.

Redução de erros

A automação fornecida pelo RFID minimiza erros de entrada de dados e garante maior precisão.

 

Conclusão

A tecnologia RFID (Radio Frequency Identification) revolucionou a maneira como identificamos e rastreamos objetos e informações. Suas aplicações contemplam setores que vão desde a gestão de estoque, até a saúde e a logística. Assim sendo, ela oferece benefícios significativos em termos de eficiência operacional, precisão e rastreabilidade.

A capacidade de rastrear objetos em tempo real, sem a necessidade de contato direto, torna o RFID uma ferramenta poderosa para empresas que desejam aprimorar seus processos e melhorar a experiência do cliente. Consequentemente, com o avanço contínuo dessa tecnologia, é provável que suas aplicações e benefícios continuarão a crescer, contribuindo para uma gestão mais eficiente e transparente em uma variedade de setores.

 

Case de Sucesso

Entre em contato agora e conheça o nosso Case de Sucesso usando a tecnologia RFID da empresa IOTTECH  https://arphoenix.com.br/contato/

Continue sua leitura!

Por que implementar um software de gestão de projetos na empresa?

Por que implementar um software de gestão de projetos na empresa?

A gestão de projetos envolve uma série de atividades complexas que demandam atenção e coordenação na busca da eficiência e organização. No contexto corporativo, a utilização de um software de…
Projetos blindados: Gerenciamento de riscos em projetos

Projetos blindados: Gerenciamento de riscos em projetos

O gerenciamento de riscos deve ser uma prática contínua para assegurar o sucesso de qualquer projeto. Ele é a sua armadura protetora contra imprevistos. Envolve a identificação, análise e mitigação…
8 estratégias eficazes para a Gestão de Projetos

8 estratégias eficazes para a Gestão de Projetos

O gerenciamento de projetos é uma disciplina complexa que vai além da compreensão de definições, reconhecer benefícios  e desafios. Para alcançar o sucesso, é fundamental implementar estratégias eficazes que guiem…

Planejamento

O planejamento do sprint é um evento no scrum que inicia o sprint.

O objetivo desse planejamento é definir o que pode ser entregue no sprint e como esse trabalho vai ser alcançado.

O planejamento do sprint é feito em colaboração com toda a equipe Scrum.

Desenvolvimento

Desenvolvemos seu projeto em seu ambiente ou em nossas instalações, com profissionais sob sua gestão, sob a nossa, ou compartilhada, com o uso do Outsourcing.

Todo o acompanhamento ocorre a partir de metodologias, frameworks e ferramentas de gestão participativa no desenvolvimento da solução.

A partir deste processo, temos a versão Beta para testes.

Nesta etapa, realizamos a documentação das soluções, inclusive as já existentes.

As entregas são sempre acompanhadas de descritivos funcionais e técnicos, possibilitando a compreensão da solução e sua divulgação.

Homologação

Nossos analistas de qualidade agregam valor final à sua solução, garantindo a superação do resultado esperado.

Produzimos roteiros e evidências de testes que auxiliam no processo de validação do cliente.

É na etapa da homologação, que ocorre a comprovação, pelo cliente e demais partes interessadas, de que o produto resultante do projeto de software atende aos critérios exigidos.

Revisão

Nessa etapa lidaremos com a Sprint Review.

Ou seja, validaremos as entregas da equipe e verificaremos se os critérios estabelecidos no planejamento foram executados.

É o momento de coletar os feedbacks do que a equipe construiu.

Em outras palavras, essa etapa pode ser entendida como uma conversa entre a equipe e as partes interessadas sobre como melhorar o produto.

No fim de cada Sprint, o time se reúne para falar sobre o processo.

Retrospectiva

A etapa de retrospectiva é como um ritual de avaliação do Sprint que acabou de se encerrar.

Nessa reunião, o Time Scrum considera o que foi bom e o que deve ser melhorado, traçando planos de ações em busca da melhoria contínua do processo.