Skip to content
Entenda o que é o DT-e (Documento Eletrônico de Transporte)?

Entenda o que é o DT-e (Documento Eletrônico de Transporte)

A transformação digital ainda revoluciona as atividades profissionais quando falamos em documentações e obrigatoriedades. Um grande exemplo disso é o surgimento do DT-e, ou Documento Eletrônico de Transporte, que tem o objetivo de facilitar a rotina das transportadoras e motoristas.

 

Entendendo o que é o Documento Eletrônico de Transporte (DT-e).

O DT-e é mais do que um documento, ele é uma plataforma digital que irá permitir a unificação de documentos e informações de obrigações administrativas exigidas em operações de transporte de carga, seja ele rodoviário, ferroviário, aquaviário, aéreo, intermodal, multimodal e dutoviário.

O Documento Eletrônico de Transporte relaciona os documentos utilizados no transporte de carga, como CT-e, MDF-e, CIOT, dados do seguro, RNTRC cadastrados, entre outras verificações. Além disso, vai ser por meio do documento eletrônico de transporte que será possível averiguar se a tabela de frete mínimo está sendo devidamente aplicada.

 

Como funcionará o DT-e?

Segundo o Governo Federal, o documento será solicitado pelo embarcador ou contratante do transporte. No caso do Transportador Autônomo de Carga (TAC), este receberá antes da partida o DT-e pronto para uso em viagem.

Esse aplicativo conterá todas as autorizações necessárias para iniciar o transporte de cargas. Esse sistema ainda permitirá o agendamento de embarque e desembarque nos portos, tudo de forma digital.

Os dispositivos de passagem e pesagem com leitores OCR (reconhecimento ótico de caracteres) e HS-WIM (High Speed Weight In Motion) serão capazes de enviar os dados coletados para a plataforma através da leitura da placa do veículo, permitindo que o condutor siga com a viagem sem que seja necessário ser parado para apresentar documentos impressos.

 

Quando entrará em vigor?

Foi prevista 3 fases de implantação, por exemplo:

  • 2021 e 2022: Transportes a Graneis, documentos emitidos pelo Ministério da Infraestrutura e CIOT / RNTRC / AET;
  • 2022 e 2023: Transportes Fracionados, documentos emitidos pelos órgãos federais;
  • 2023 e 2024: Transportes Multimodais, documentos emitidos pelos estados e municípios.

 

O que devo fazer para me ajustar ao documento eletrônico de transporte?

É importante que você procure uma empresa habilitada para se ajustar ao documento eletrônico de transporte. Com o auxílio de experts, você poderá fazer essa transação sem maiores complicações, tendo a certeza de que está de acordo com a lei. 

A finalidade principal do DT-e é unificar informações das operações de transporte de carga. No âmbito exclusivamente Federal. Os estados poderão ou não escolher querer integrar os seus processos junto ao governo, o estado de RS, por exemplo, já sinalizou esse interesse.

 

Quais são as principais vantagens do DT-e?

 

Menos burocracia

As filas de parada de veículos em postos de fiscalização demandam muito tempo. Com o Documento Eletrônico de Transporte, a conferência pode ser muito mais rápida, fazendo com que a autorização ocorra mais facilmente, inclusive em relação à apresentação de dados do veículo e pesagem.

 

Praticidade

Todo o processo fica mais leve, prático, rápido e ainda ajuda muito na atuação do setor, podendo aumentar, inclusive, a arrecadação e PIB do setor.

 

Digitalização do negócio

Documentos impressos trazem muitas complicações e atrasos para seu negócio. A ideia do DT-e é justamente fazer com que tudo seja devidamente digitalizado, de modo a facilitar acessos e conferências.

 

Redução de custos

O DT-e contribui para a redução de custos na viagem, permitindo que todo um planejamento seja realizado, incluindo a agenda de operações de embarque e desembarque em portos, facilitando a integração com outros sistemas importantes.

 

Produtividade

Com menos tempo de espera nos postos de fiscalização, a produtividade do profissional será maior e muito mais agradável. Sendo assim, esses motoristas saem ganhando e o negócio, como um todo, também, visto que se tornará muito mais eficiente.

 

Segurança

Com o auxílio do documento eletrônico de transporte, os motoristas seguirão seu caminho muito mais protegidos, bem-dispostos, atentos e tranquilos, com a certeza de que todo o transporte está devidamente regularizado.

O DT-e terá um importante papel na melhoria do tráfego e da segurança para todos os envolvidos, de motoristas aos responsáveis pelo monitoramento de carga.

 

Modernização

Por último, mas não menos importante, o Documento Eletrônico de Transporte também é uma proposta para transformar o Brasil em um país muito mais moderno e conectado.

A implantação do Documento Eletrônico de Transporte representa uma enorme evolução não apenas para o setor, mas para a economia do país como um todo. 

 

Quem precisa emitir o Documento Eletrônico de Transporte?

É importante que os profissionais que atuam nos segmentos de:

  • cooperativas de transporte;
  • transportadoras;
  • embarcadores que transportam cargas próprias;
  • transportadores autônomos;
  • consultorias de contabilidade que prestam serviços de emissão de documentação para o transporte.

 

Tenham em mente como será a adaptação ao novo sistema, pois assim será mais fácil utilizar o Documento Eletrônico de Transporte nas atividades e evitar contratempos.

Essa tecnologia trará benefícios para diversas empresas de transporte. É importante, então, estar sempre por dentro dessas novidades para não ficar para trás. A A.R.Phoenix está sempre um passo à frente, te ajudando na transformação digital do seu negócio. Conte com a nossa expertise.

Continue sua leitura!

Por que implementar um software de gestão de projetos na empresa?

Por que implementar um software de gestão de projetos na empresa?

A gestão de projetos envolve uma série de atividades complexas que demandam atenção e coordenação na busca da eficiência e organização. No contexto corporativo, a utilização de um software de…
Projetos blindados: Gerenciamento de riscos em projetos

Projetos blindados: Gerenciamento de riscos em projetos

O gerenciamento de riscos deve ser uma prática contínua para assegurar o sucesso de qualquer projeto. Ele é a sua armadura protetora contra imprevistos. Envolve a identificação, análise e mitigação…
8 estratégias eficazes para a Gestão de Projetos

8 estratégias eficazes para a Gestão de Projetos

O gerenciamento de projetos é uma disciplina complexa que vai além da compreensão de definições, reconhecer benefícios  e desafios. Para alcançar o sucesso, é fundamental implementar estratégias eficazes que guiem…

Planejamento

O planejamento do sprint é um evento no scrum que inicia o sprint.

O objetivo desse planejamento é definir o que pode ser entregue no sprint e como esse trabalho vai ser alcançado.

O planejamento do sprint é feito em colaboração com toda a equipe Scrum.

Desenvolvimento

Desenvolvemos seu projeto em seu ambiente ou em nossas instalações, com profissionais sob sua gestão, sob a nossa, ou compartilhada, com o uso do Outsourcing.

Todo o acompanhamento ocorre a partir de metodologias, frameworks e ferramentas de gestão participativa no desenvolvimento da solução.

A partir deste processo, temos a versão Beta para testes.

Nesta etapa, realizamos a documentação das soluções, inclusive as já existentes.

As entregas são sempre acompanhadas de descritivos funcionais e técnicos, possibilitando a compreensão da solução e sua divulgação.

Homologação

Nossos analistas de qualidade agregam valor final à sua solução, garantindo a superação do resultado esperado.

Produzimos roteiros e evidências de testes que auxiliam no processo de validação do cliente.

É na etapa da homologação, que ocorre a comprovação, pelo cliente e demais partes interessadas, de que o produto resultante do projeto de software atende aos critérios exigidos.

Revisão

Nessa etapa lidaremos com a Sprint Review.

Ou seja, validaremos as entregas da equipe e verificaremos se os critérios estabelecidos no planejamento foram executados.

É o momento de coletar os feedbacks do que a equipe construiu.

Em outras palavras, essa etapa pode ser entendida como uma conversa entre a equipe e as partes interessadas sobre como melhorar o produto.

No fim de cada Sprint, o time se reúne para falar sobre o processo.

Retrospectiva

A etapa de retrospectiva é como um ritual de avaliação do Sprint que acabou de se encerrar.

Nessa reunião, o Time Scrum considera o que foi bom e o que deve ser melhorado, traçando planos de ações em busca da melhoria contínua do processo.